sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Co-Branding (ou: manipulando a publicidade para o bem)

Como as ruas estão tomadas pela publicidade (amém, no meu caso), por que não tomar as publicidade da rua? Foi isso que o o artista plástico Ludo fez em Paris. 
Partindo do princípio que as marcas utilizam imagens das mais variadas para vender, ele criou campanhas completamente absurdas e sem sentido. Bem bacana.
Check it out: 



Nas palavras do próprio: "Brands use crappy ultra aesthetic images that no one understands to sell their stuff so i had to do it too."

Um comentário:

cronicas gulosas disse...

Que maximo!!!!!!!!!!Nao chamaria de co-branding, pois para tanto ambas as marcas deveriam estar de acordo (o que definitivamente nao deve ser o caso...), mas o resultado - OTIMO!Tks